solidariedade faz muito bem

 

Ah, sexta. Como é bom chegar. Vestir-se pro fim de semana. Corpo e espírito.

Deixar a alegria entrar. Pensar em coisas boas. Guardar na gaveta os problemas que, porventura, ainda não resolveu. Retomar segunda.

Esperançar. Tem sido um ‘verbo’ muito praticado.

Sabe aquelas atitudes que acabam se tornando um tipo de meme e correm pela web… um pequeno gesto que acolhe e ajuda que alguém faz para um outro e vai desencadeando pessoa a pessoa um conjunto de ações delicadamente gentis?! Acredito nisso. Aquela história do universo conspirar a seu favor. A favor de gente que inspira e faz o bem. Pequenas atitudes… nem precisam ser imensas.

Hoje passei a tarde em reunião. Uma boa reunião.

Quando ia, ao atravessar uma rua, uma mulher tropeçou e literalmente se esborrachou no chão. Uma pessoa, do outro lado, não se conteve e riu. Tudo bem, a cena foi realmente engraçada. Sabe… um tombo esquisito. Ela caiu num lado, a bolsa pro outro, uma pasta encaixou numa fresta de um bueiro. Parecia ensaiado como para um comercial de tv.

Eu, larguei minha bolsa no meio fio, e fui ajudá-la. Ela estava extremamente constrangida. Quase me dizendo com os olhos – ‘deixa pra lá. segue, estou bem, não preciso de ajuda’. Estendi a mão e ao invés de fazer cara de preocupadésima, sorri e disse: ‘menina, seu tombo lembrou um meu. Caramba. É horrível, né? Vem cá (mão estendida que ela logo aceitou), levantou-se. Pegamos nossas coisas no chão e seguimos juntas por 2 quarteirões.

Só uma ponta de sapato arranhada e a lateral da calça suja. E o susto. Graças!

Rimos um bocado. Falamos do fim de semana bem esperado pelas duas pra curtir família, amigos, relaxar.

Já fizeram isso comigo na rua, no estacionamento, no parque… E é tão bom quando nos sentimos acolhidos. Solidariedade faz muito bem.

 

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão