Sala de apoio, no trabalho, para amamentar!

O ideal é amamentar! E, sempre que possível, continuar com o aleitamento materno até a criança ter 2 anos. Assim, após vencer o período da licença maternidade, a mãe – ao voltar ao trabalho – pode continuar a retirar o leite, durante o expediente, para continuar alimentando o filho. Daí a importância das empresas adotarem uma ‘sala de apoio’, local onde a mãe pode ir, fazer a retirada do leite e armazená-lo, com tranquilidade e proteção.

 

sala-de-apoio-a-amamentacao-cassi-df

O Ministério da Saúde faz uma campanha para estimular a amamentação no trabalho (veja vídeo abaixo).

 

Leite materno

– Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), ele é capaz de reduzir em 13% as mortes por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos. O leite materno protege o bebê contra diarreia, infecções respiratórias e alergias.

 

Dicas para amamentar

Confira algumas recomendações e informações importantes sobre a amamentação (fonte, MS):

  • A amamentação não deve causar dor. Se a mulher sente dor, deve procurar imediatamente uma unidade básica de saúde ou Banco de Leite Humano;
  • Não existe leite fraco. O leite da mãe tem os nutrientes necessários para o bebê. Por isso, amamente até os dois anos ou mais e de forma exclusiva até o sexto mês de vida;
  • Não dê chupetas, bicos e mamadeiras, pois podem levar o bebê a rejeitar o peito da mãe, além de causar problemas nos dentes, na fala e na respiração;
  • Não use medicamentos sem a prescrição de um médico. Alguns deles podem interferir na amamentação;
  • Não é recomendado dietas para emagrecimento. A mulher que amamenta precisa ter uma alimentação saudável;
  • Bebidas alcoólicas e cigarros devem ser evitados;
  • A mulher que usa drogas, como maconha, crack e cocaína, não deve amamentar.

 

Vídeo da campanha Amamentação no Trabalho, do Ministério da Saúde:

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão