Livro: Pig Brother

AS RUÍNAS SEDUTORAS

DE ADEMIR ASSUNÇÃO

Por Luiz Taques

“Pig Brother” tem cheiro forte, amargoso por vezes.

A exalar de toda parte.

Sobretudo das nossas futilidades.

Ademir Assunção faz competente leitura

poética do cotidiano nesse seu novo trabalho de fôlego.

Poucos artistas são capazes disso.

Publicada pela editora Patuá agora em 2015,

a obra é um poema longo: tem 1517 versos e 136 páginas.

No livro “Pig Brother” a idiotice há de se enxergar no espelho.

E em imagens devastadoras.

 

 

 

 

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão