Dengue: prevenir é tarefa de cada um

A Dengue é uma doença, como todos já devem saber, transmitida pela picada de um mosquito, chamado Aedes aegypti, contaminado. Ele se reproduz com facilidade em água parada. Por isso, se deixarmos criadouros existirem – como está ocorrendo – uma epidemia se instala. Como há mais de um tipo da doença, a mesma pessoa que já foi acometida, pode ser picada novamente e apresentar um quadro mais grave. Hemorrágico. E pessoas com certas fragilidades – crianças, idosos, cidadãos com outras doenças e com baixa imunidade – podem até morrer por complicações da Dengue.

Agora, pense bem: quanto mais gente contaminada, maior o risco de transmissão também. Afinal, o mosquito (que parece um pernilongo comum – só que tem manchas brancas e costuma voar baixo) ao picar uma pessoa doente e depois picar uma outra pessoa, sadia, transmite a dengue.

Então, não adianta querer achar culpados. Várias são as justificativas que tem sido utilizadas: o tempo, primeiro seco (que manteve os ovos do mosquito que são muito resistentes, vivos), depois a falta de água (que levou muita gente a estocar água em reservatórios de todo tipo em casa, e sem a devida proteção), e ainda a chuva que passou a cair – e fez eclodir ovos em larvas e em mosquitos -.

A realidade é que temos uma epidemia em muitas cidades brasileiras, e que de nada adianta apontar o dedo na busca de encontrar culpados pela Dengue que se prolifera esse ano! Se isso fosse solução, ok. Mas, não resolve o problema! Uma doença tão possível de prevenir só pode requerer atitude firme de cada um de nós!

 

Medidas de prevenção contra a DENGUE:

  • CAIXA D’ÁGUA SEMPRE FECHADA, COM TAMPA ADEQUADA
  • MANTENHA AS CALHAS LIMPAS, SEM FOLHAS E SUJEIRA, PARA NÃO ACUMULAR ÁGUA
  • RETIRE COM RODO A ÁGUA QUE ACUMULA NA LAJE
  • PRATOS DE VASOS SÓ COM AREIA
  • GUARDE GARRAFAS SEMPRE DE CABEÇA PARA BAIXO
  • BALDES E BARRIS QUE ARMAZENAM ÁGUA DEVEM ESTAR BEM TAMPADOS
  • TANQUE PARA ARMAZENAR ÁGUA DEVE SER LAVADO, ESFREGADO COM ÁGUA E SABÃO, TODA SEMANA
  • GUARDE PNEU EM ÁREA COBERTA (MAS, ANTES DE RETIRÁ-LO DO QUINTAL, LAVE E ESFREGUE COM ÁGUA E SABÃO)
  • NÃO JOQUE LIXO EM TERRENO BALDIO
  • COLOQUE O LIXO EM SACOS E MANTENHA A LIXEIRA BEM FECHADA
  • EVITE PLANTAS NO JARDIM QUE ACUMULEM ÁGUA NAS FOLHAS
  • TÚMULOS E VASOS EM CEMITÉRIOS TAMBÉM DEVEM SER LIMPOS SEMANALMENTE PARA EVITAR ÁGUA PARADA

(Todo lugar que pode acumular água deve ser evitado. Pois é o local ideal para que o mosquito, que transmite a Dengue, se reproduza. Se você lembrar de mais locais e cuidados a tomar, pode compartilhar aqui também!! Dissemine essa ideia, converse com todo mundo sobre prevenção da doença. É pro bem de todos nós!!)

 

Sintomas da Dengue:

 

 

Dengue Clássica:

Febre alta com início súbito.
Mais Forte dor de cabeça.
Mais Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos.
Mais Perda do paladar e apetite.
Mais Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.
Mais Náuseas e vômitos·
Mais Tonturas.
Mais Extremo cansaço.
Mais Moleza e dor no corpo.
Mais Muitas dores nos ossos e articulações.

 

Dengue Hemorrágica:

Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta:

Mais Dores abdominais fortes e contínuas.
Mais Vômitos persistentes.
Mais Pele pálida, fria e úmida.
Mais Sangramento pelo nariz, boca e gengivas.
Mais Manchas vermelhas na pele.
Mais Sonolência, agitação e confusão mental.
Mais Sede excessiva e boca seca.
Mais Pulso rápido e fraco.
Mais Dificuldade respiratória.
Mais Perda de consciência.

Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, cerca de 5% das pessoas com dengue hemorrágica morrem.

O doente pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas ou até mesmo não apresentar qualquer sintoma. O aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes podem indicar a evolução para dengue hemorrágica. Esse é um quadro grave que necessita de imediata atenção médica, pois pode ser fatal.

 

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão