Congresso sobre Envelhecimento Ativo define eixo principal

 

congresso envelhecimento

 

Acabo de participar, na Câmara Municipal de São Paulo, de mais uma reunião da comissão organizadora do 3º Congresso Municipal sobre Envelhecimento Ativo – Cidade Amiga dos Idosos sob coordenação de Luciana Feldman​, do gabinete do vereador Gilberto Natalini​.

Definimos o eixo central do evento programado para o 2o semestre deste ano, ‘Quem Financia?’.

Em discussão teremos diversas questões sobre o universo da longevidade, como os critérios para financiamento de projetos e políticas públicas que gerem benefícios à população idosa, financiamento e apoio da iniciativa privada para ações dirigidas ao público acima dos 50, 60 anos de idade, a importância da interação de pastas para promoção do envelhecimento ativo, entre outras temáticas.

Uma iniciativa da qual me orgulho em participar como cidadã e com meu projeto Faz Muito Bem, que visa ajudar a dar visibilidade aos desafios que envolvem a longevidade, a promover saúde, bem estar e qualidade de vida para pessoas acima dos 50 anos, visando prevenção, estímulo ao mercado de trabalho, à implementação de legislação e direitos como a questão importante sobre Testamento Vital (em breve com site exclusivo linkado a este portal, intercambiando experiências do Brasil e de Portugal).

 

*** acompanhe por aqui pois em breve estarei divulgando os critérios que estão sendo ultimados para um Concurso, que será lançado em maio, como parte do Congresso, e o site específico para acompanhar as ações e o conteúdo da programação que, com certeza, também vai ajudar a municiar a implementação do Fundo Municipal do Idoso de São Paulo, medida fundamental na gestão e no avanço do enfrentamento dos desafios que a longevidade impõe especialmente às grandes cidades, como é o caso de São Paulo.

 

 

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão