Como incluir pessoas com deficiência intelectual e doenças raras que envelhecem?!

O programa ‘Envelhecimento e Deficiência Intelectual e Doenças Raras’ estreia nesta sexta!

Essa é uma preocupação que merece ganhar nossa atenção e atitude! As pessoas com deficiência intelectual e com doenças raras enfrentam desafios enormes em diversos campos da vida. São trajetórias que mostram o quanto é possível ultrapassar limites, obter sucesso, fazer a diferença.

Regina Próspero, vice-presidente do Instituto Vidas Raras, é mãe de Dudu – que já fez duas faculdades e hoje tem ótimo desempenho no trabalho. Mas, no primeiro curso – de Direito – Regina não teve dúvidas. Prestou vestibular junto com o filho, passou e se formou com Dudu. Afinal, a faculdade não tinha condições adequadas para acolher as necessidades especiais deste candidato com Mucopolissacaridose.

Para Leila Castro, da APAE de São Paulo e coordenadora de envelhecimento da APAE Brasil, é necessário engajamento por parte de todos – do governo à sociedade. A APAE tem feito um trabalho incrível ajudando também a promover a inclusão, por exemplo, de pessoas com Síndrome de Down.

Assista ao programa +50 Faz Muito Bem com essas duas especialistas! No ar na Tv Câmara SP, sexta-feira, 12, às 14h30, no canal 7 (NET) ou 61.4 (sistema aberto de tv).

Aproveito para informar que já estamos também apoiando a implementação do Teste do Pezinho Ampliado na rede pública de saúde, campanha destacada pelas duas entrevisadas. Se você concorda acesse e assine: www.pezinhonofuturo.com.br . O objetivo é angariar um milhão de assinaturas para ajudar a fazer valer esse direito!

 

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão