Benigno Rodrigues de Menezes: bondade em pessoa

3

Um grande cidadão. Um ser humano especial. Ele, aos 13 anos, caiu no mundo. De Minas foi plantar os pés no Paraná. Aprendeu o ofício da pintura, casou, deu estudo a 4 filhos. E me ensinou a ser forte, batalhadora, a não desistir, a acreditar na vida, a sonhar sempre, a amar os outros, a tratar com respeito todos e tudo. Ele adorava contar estórias e histórias. E amava escrever. Tinha quase 2 metros de altura e um coração do tamanho do universo. O câncer o levou de nós para os braços da mãe dele (que também se chamava Lina). Sinto hoje uma saudade latente. Imensa… de meu paizão querido que tinha a bondade até no nome: Benigno Rodrigues de Menezes.

3 Responses

  1. Jose Raimundo Moreira

    Sou musico militar aposentado. ……..e sempre foi tocada por mim a musica –amigos para sempre.. que Deus abençõe a todos.

    Responder
  2. Cacai Batista

    Vão-se os anos e ficam as lembranças.
    A história não mais se repete. Não pode ser reescrita. Se assim o fosse não aprenderíamos tanto com os nossos erros do passado.
    Meu maior carinho a família que pude conhecer um dia e meu respeito ao grande homem que foi seu pai Sr. Menezes.
    As lembranças… ficam.
    Abraço carinhoso.
    Cacai.

    Responder

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão