Alzheimer no Metrô em SP

 

ALZHEIMER: EU NÃO ESQUEÇO

É o tema da campanha de setembro deste ano no Mês Mundial de Conscientização sobre Doença de Alzheimer (MMDA).

O objetivo é combater o estigma e estimular a população a reconhecer sinais e sintomas iniciais e procurar ajuda médica.

Alzheimer e a demência vascular são os tipos mais comuns de demências, responsáveis por mais de 90% dos casos. Dentre os sintomas mais comuns estão: perda de memória, dificuldade em encontrar palavras ou compreender o que as pessoas dizem, dificuldade em desempenhar tarefas rotineiras prévias e mudanças na personalidade e humor.

Ações em duas estações do metrô

Na Linha Verde (Metrô), Estação HC Clínicas será na sexta, dia 21 de setembro, das 10h às 16h.

Uma equipe da ABRAz São Paulo estará a postos para aplicar um teste de memória. As pessoas que quiserem também poderão esclarecer dúvidas com um médico que estará de plantão no estande e retirar folheto sobre Alzheimer.

Na Linha Amarela (ViaQuatro), Estação Higienópolis será na sexta, dia 28 de setembro, das 10h às 16h.

Também com médico de plantão, distribuição de folheto para quem quiser e aplicação do teste de memória.

 

Alzheimer e Longevidade

Com o aumento da expectativa de vida – já somos a quinta população mais idosa do mundo – devemos também aumentar nosso cuidado com a saúde. Quanto antes diagnosticarmos, maior controle podemos ter em relação ao impacto das doenças crônicas não transmissíveis.

E a doença de Alzheimer, ainda que não tenha cura, deve ser detectada o mais precocemente possível para que tratamentos sejam introduzidos e um plano de cuidados possa ajudar a promover qualidade de vida para o paciente e para a família.

Estima-se que existam no mundo cerca de 35,6 milhões de pessoas com a Doença de Alzheimer. No Brasil, há cerca de 1,2 milhão de casos, a maior parte deles ainda sem diagnóstico.

 

ABRAz Regional São Paulo

A Associação Brasileira de Alzheimer Regional São Paulo é uma organização não governamental constituída por familiares de pessoas com doença de Alzheimer e por profissionais da área da saúde.

Oferece informação e orientação para que as pessoas possam lidar de maneira mais adequada com a doença. Apoia, também, ações voltadas para o bem-estar e a defesa dos direitos do paciente, dos familiares e dos cuidadores. E também estimula a integração entre profissionais de saúde com núcleos que pesquisam e tratam demências.

Está presente na capital paulista e em várias cidades do interior do estado, com grupos informativos e de apoio a pacientes e familiares.

 

Convite:

Todos estão convidados a passar no estande da ABRAz Regional São Paulo no metrô para obter mais informações sobre a doença e sobre os grupos de apoio que atuam na capital e no interior do estado.

Para entrevista, os médicos que também estarão nas ações no metrô:

Dr Jean Pierre Alencar– médico geriatra, novo Presidente da Abraz São Paulo

Dra Ana Luisa Rosas– médica neurologista, Diretora Científica da Abraz São Paulo

Mais informações:

Site: www.abraz.org.br

Facebook: https://www.facebook.com/abrazsaopaulo

 

 

 

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão