Acaso

 

Estou trabalhando com um tema árido: como lidar com a morte (e, portanto, com a vida!), incluindo muita informação também sobre Testamento Vital (em breve, lançamento aqui de um portal Brasil-Portugal sobre essa temática)!

Tenho conversado com muita gente, devorado muitas leituras. E tudo tem me levado a pensar (por vezes, mais do que devia??! rs), e tenho enfrentado (como, creio, é o esperado) devaneios complexos.

4eddc8f904c1d75f6c161b1903daecc7

 

E nessa busca de compreender melhor esse universo, trabalhar o conteúdo para disponibilizar informações, orientações, procedimentos, legislações, conceitos e experiências, tenho tido o privilégio de encontrar e conhecer gente de muito valor. Gente que faz a diferença. Pessoas que encantam a alma, que desafiam os pré-conceitos. E que me ensinam muito!

 

Agradeço, desde já, a cada um que tem investido seu tempo precioso em compartilhar conhecimento, dúvidas e experiências comigo.

Aí, percebo que cada encontro não se dá ao acaso

 

Compartilho… com vocês… um pensamento do escritor, Antoine de Saint-Exupéry:

 

 

Acaso

Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, pois cada pessoa é única
e nenhuma substitui outra.
Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, mas não vai só
nem nos deixa sós.
Leva um pouco de nós mesmos,
deixa um pouco de si mesmo.
Há os que levam muito,
mas há os que não levam nada.
Essa é a maior responsabilidade de nossa vida,
e a prova de que duas almas
não se encontram ao acaso.

 

 

 

Publique aqui um comentário, dúvida ou sugestão